SER Reencontro: lembranças dos tempos de glória da SER Randon

10/11/2018

 Bira e Canniggia (atrás) são símbolos dos anos gloriosos da SER Randon

 

Fundado em 14 de janeiro de
2003, o SER Reencontro prepara
um evento especial para o dia 1º de
dezembro. Esse grupo é uma reunião
dos integrantes da grande equipe da
SER Randon entre 1989 e 1994, que
conquistou inúmeros títulos locais,
estaduais e fora do Rio Grande do
Sul. Depois dessa fase de ouro, os jogadores,
dirigentes e amigos mantêm
um encontro anual para confraternização
e lembrança dos bons tempos.
No dia 1º de dezembro, a partir
das 17h, no campo da Maestra, será
realizado um amistoso entre o grupo
e convidados, seguindo de jantar. No
gramado, os jogadores poderão repetir
alguns lances dos velhos tempos,
é claro que com uma condição física
bem diferente. Mas certamente não
faltarão as tradicionais “cornetas” e
brincadeiras. Na oportunidade haverá
arrecadação de alimentos não
perecíveis para doação a entidades
assistenciais.
O SER Reencontro foi idealizado
pelos desportistas professor Ivanor
Dorigan e Nereu Jorge Araldi,
tendo na equipe de frente ainda Valdomir
Hoffmann (Chico), Mezzari
e Bill. O atual presidente é Cláudio
Favero (Dinho), com o apoio de
Nereu e Ivanor. Todos integraram a
equipe da SER Randon, dentro e fora
de campo.
O clube lembra de muitas pessoas
com grande destaque na SER
Randon. Entre elas, os presidentes
Osório Anereu de Melo, Walter
Franzosi, Nelson Sasset e Paulo Braghini,
o médico Basso, os diretores
Idair Maschio e Emilio. Também são
lembrados os massagistas Ananias e
Bule (in memoriam), Berti (in memoriam),
que cuidava da torcida, o
torcedor fanático Valmor de Freitas,
o preparador físico Ivanor Dorigan,
os técnicos Raquete e Beto Mosmann
e o organizador dos dados estatísticos
Inácio.
Entre os jogadores que se destacaram
com a camisa da equipe da
empresa estão Chico, Ronaldo, Jacir,
Anselmo, Pinga, Julião, Saul, Dinho,
Mezzari, Bill, Bira, Paulinho,
Nereu, Beto, Rumenighi (in memorian),
Ademir, Caniggia, Edgar, Sidnei,
Chero, Rengo, Dutra, Antonio,
Bibi, Estevão, Jair Brustolin, Dirnei,
Miranda, Lauri, Queixo, Weber, Zé
Maria, Cesar, Valtair, Itamar, Jair
(goleiro), Luiz Carlos Rigo, Paulinho
Viena (in memorian), Birinha,
Evaristo e Romário.

 

RESUMO ESTATÍSTICO
Desempenho da equipe da SER
Randon no período 1990/91/92/93,
o mais vitorioso na história da
empresa
10 títulos (campeonatos do Sesi:
Municipal, Regional, Estadual e
Sul-Brasileiro)
97 partidas jogadas
76 vitórias
15 empates
06 derrotas
264 gols marcados
47 gols sofridos
Média de aproveitamento 83,5%
Em 1993, um dos anos mais
gloriosos, os principais artilheiros
foram
1º - Nereu - 11 gols
2º - Mezzari - 10 gols
3º - Rumenighi - 8 gols
4º - Paulinho - 07 gols
5º - Bira - 05 gols
6º - Beto - 05 gols
7º - Sidnei - 04 gols
8º - Ademir - 03 gols
9º - Caniggia - 03 gols

 

Participa do Reencontro - Dia 1º - 17 horas - na Vila Maestra

Após o jogo, no mesmo local, jantar festivo - ingresso: R$ 40,00

Leve também 1 kg de alimento não perecível

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

© 2016 por Alan Diego Mendes