Escolinha do Cristóvão de Mendoza tem balanço positivo nos primeiros meses

13/07/2017

 Meninas do futsal feminino do Cristóvão de Mendoza, com o técnico Rogério Almeida

 

No início de julho, o projeto Escolinha de Futsal Feminino Cristóvão de Mendoza/Prefeitura de Caxias, que foi aprovado para receber o financiamento do Fiesporte, completou os primeiros três meses de atividades. E com os objetivos estabelecidos sendo alcançados, segundo o professor Rogério Rodrigues de Almeida e atletas.

“A procura está boa. Existem algumas mudanças, de meninas que entram e saem, devido aos horários, mas temos também bastante gente de outras escolas, com a média de 47, 48 atletas”, afirma Rogério. Ele lembra que, por contar com o apoio financeiro do município, tem condições de oferecer os treinos sem custo para as jovens, entre 13 e 17 anos.

Com experiência de 20 anos atuando como técnico, o professor tem nesse projeto a oportunidade de possibilitar às meninas a oportunidade de praticar o esporte e ocupar melhor o tempo livre. Em alguns casos, ele procura ajudar elas inclusive nas passagens de ônibus, para as que moram em bairros mais distantes, pois as famílias não têm condições. Para isso, organiza almoços e jantares para conseguir fundos.

As jovens são de diferentes procedências na cidade. “Temos meninas do Santa Fé, Ana Rech, São Ciro, Mariani, Reolon, São Caetano”, exemplifica Rogério. Além dos horários em que atua pelo projeto, ele faz uma hora extra aos sábados pela manhã para atender a meninas que têm dificuldades para comparecer aos treinos durante a semana.

Os trabalhos são no ginásio do Cristóvão, e o professor destaca o apoio da diretora Fabiana Simonaggio, além do Fiesporte. Ele é estreante nessa modalidade de financiamento e espera receber os valores aprovados em breve para fazer frente aos gastos que teve desde o início das atividades.

Para colocar em prática o que é treinado, as meninas da escolinha participam de duas competições: o Regional, nas categorias mirim, infantil e sub 17, e a Copa Caxias, na adulta. Nessa, atuam meninas de diferentes categorias.

 

 

Sonho de crescimento no esporte

Tendo trabalhado com jogadoras de expressão no salonismo caxiense como Renatinha e Diana, o professor Rogério tem muito a ensinar. E as jovens sonham em seguir os passos das grandes atletas.

A fixa Karoline de Oliveira Pinheiro, 15 anos, tem o esporte no sangue. Filha do ex-jogador Juarez, o Pachequinho, que atuou na dupla Ca-Ju, ela afirma que está evoluindo e tem aproveitado bem os treinos. “São bons para quem quer aprender”, diz. Além da categoria infantil, ela joga na juvenil e adulta.

A ala/pivô Jaíne Nicole da Silva dos Santos, 13, é uma das esperanças do professor Rogério para seguir os passos de grandes jogadoras. Apesar de bem jovem, ela atua nas categorias mirim, infantil e juvenil, e afirma que deseja ser profissional no futuro.

O projeto prevê a participação de até 45 meninas, nas três categorias. Mas, como algumas não conseguem comparecer em todos os treinos, além de outras que não recebem incentivo familiar, sempre há a possibilidade de novos ingressos no grupo.

 

 

Programação de treinos

 

Categoria mirim

Quarta-feira: das 16h às 17h

Sábado: das 9h às 11h30

 

Categoria infantil

Segunda-feira: das 17h às 18h30

Quarta-feira: das 17h às 18h

Sexta-feira: das 17h às 18h30

 

Categoria juvenil

Segunda-feira: das 18h30 às 20h

Quarta-feira: das 18h às 19h30

Sexta-feira: das 18h30 às 20h

 

Os treinos ocorrem no ginásio do Instituto Estadual de Educação Cristóvão de Mendoza

Interessadas podem entrar em contato com o professor Rogério Rodrigues de Almeida pelo fone (54) 98112.6547

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

© 2016 por Alan Diego Mendes